Portas TCP e UDP

A porta é um número que é adicionado no final do endereço IP, indicando qual aplicativo devemos nos conectar através da internet.

Categoria de Tecnologia

Postado em 02 maio 2022

Atualizado em 24 julho 2022

Visualizações: 1017

A entrega de encomendas pelo correio é possível porque cada casa tem um endereço único. Na internet acontece a mesma coisa. Cada dispositivo conectado à internet possui um endereço único, atribuído pelo servidor DHCP.

Porém, além de casas, existem os apartamentos que compartilham o mesmo endereço com outros apartamentos. Para um entregador encontrar o apartamento destino para fazer a sua entrega, ele vai precisar do número do apartamento. Na internet acontece exatamente a mesma coisa.

O que é porta?

A porta é um número que é adicionado no final do endereço IP, indicando qual aplicativo devemos nos conectar para envio ou recebimento de pacotes de dados através da internet.

Mesmo tendo o endereço IP de algum dispositivo, não significa que podemos ter total acesso à esse dispositivo. Só podemos acessar os aplicativos permitidos. É a porta desse dispositivo quem vai nos indicar qual aplicativo podemos acessar.

Diferente de um apartamento, um dispositivo pode ter múltiplas portas. Uma porta pode estar vazia ou pode ter um aplicativo em execução.

Obs: Porta é a expressão em português na área de informação para expressar a palavra “port”. Ambas palavras “porta” e “port” possuem significados diferentes se traduzidas em sua utilização ordinária. Essas palavras só possuem o mesmo significado se usadas na área de informação.

Considere o endereço IP abaixo:
192.168.1.2 192.168.1.2
O endereço IP acima é apenas o endereço de algum dispositivo conectado à internet. Não sabemos qual porta devemos bater. Para resolver esse problema adicionamos a porta no final do endereço IP:
192.168.1.2:80 192.168.1.2:80
Uma vez que temos a porta e o endereço IP desse dispositivo, sabemos em qual porta bater para fazer a entrega dos nossos pacotes de dados.

O número da porta pode ser arbitrário. Porém, utilizamos algumas portas como padrão para alguns aplicativos. A porta 80 é usada como porta padrão para a visualização de sites através do navegador, ou seja, protocolo HTTP.

Além dessa porta, existem muitas outras portas padrões. Algumas delas são:

Porta Protocolo
20, 21 FTP
22 SSH
25 SMTP
53 DNS
67, 68 DHCP
80 HTTP
110 POP3
443 HTTPS

A razão para usarmos uma porta padrão é para facilitar a identificação do aplicativo que está sendo executado em cada porta.

A troca de dados através da internet pode ser feito de duas maneiras, com o protocolo TCP ou o protocolo UDP.

TCP

TCP é um protocolo utilizado na camada de transporte, se nos basearmos no modelo OSI.

TCP é o protocolo mais utilizado na transmissão de dados através da internet por ter uma grande confiabilidade, ou seja, as chances de todos os pacotes de dados chegar ao outro lado é consideravelmente alta.

Dispositivo1
Pacotes
Pacotes
Dispositivo2

A confiabilidade do protocolo TCP é pelo fato de que esse protocolo verifica se os pacotes de dados foram entregues ao seu destino corretamente.

Pacotes de dados podem se perder no caminho devido a fenômenos que podem acontecer durante o trajeto. Nesse caso o protocolo TCP reenvia esses pacotes de dados, para o arquivo que mandamos através da internet não fique corrompido no seu destino.

Porém essa confiabilidade tem um custo, a latência. Essa é uma das pequenas desvantagens desse protocolo. Porém isso não é problema para e-mails, visualização de sites e download de arquivos.

UDP

O protocolo UDP também também é executado na camada de transporte no modelo OSI.

A grande diferença para com o protocolo TCP é a falta de confiabilidade. UDP não se preocupa se os pacotes de dados chegaram ou não ao outro lado, esse protocolo apenas irá mandar os pacotes de forma contínua.

Apesar da falta de confiabilidade, essa forma de transmissão pode ser vantajosa para aplicativos que necessitam alta velocidade de transmissão, como vídeos, jogos online ou conversas online.

Portas TCP e UDP

Típicamente, protocolos que necessitam confiabilidade na transmissão de dados utilizam o TCP, porém com o avanço da tecnologia isso está mudando aos poucos.

Abaixo temos uma lista típica dessas portas:

Porta Protocolo Transmissão
20, 21 FTP TCP
22 SSH TCP
25 SMTP TCP
53 DNS TCP, UDP
67, 68 DHCP UDP
80 HTTP TCP
110 POP3 TCP
443 HTTPS TCP

tcp e udp
Exemplo de comunicação TCP e UDP.

Conclusão

Não há necessidade de decorar todas as portas, porém saber as portas padrões pode ajudar em muitos aspectos para profissionais da área.

Quando falamos de internet, o aprendizado de protocolos é inevitável. Os protocolos TCP e UDP servem de base para muitos outros protocolos existentes.

Veja também

Todo empreendedor deve estar consciente que cada funcionário é um humano, portanto deve reconhecer as tentações em alguns cenários

Estudar o comportamento das pessoas pode auxiliar um administrador a criar um sistema de fiscalização mais eficiente, evitando fraudes que prejudicam a imagem da empresa

Afinal, vale a pena gastar tempo com web marketing?

Expressões como gastar tempo e investir tempo andam lado a lado. Quando algo investido não tem o retorno esperado isso se torna uma perde de tempo...

4G (Quarta geração)

Fornece conexão com a rede para dispositivos móveis mesmo quando estes se encontram em deslocamento. Utiliza o protocolo LTE para a transferência de dados.

LAN

Rede local de computadores (LAN) é um conjunto de computadores ou dispositivos conectados uns aos outros de forma isolada em um pequeno local.

VPN Rede virtual privada

A VPN permite a transferência de dados de modo privado e seguro em uma rede pública sem a utilização de infraestrutura adicional.

Beacon

Bastante parecido com um farol que serve como sinalização para navios. Beacon tem como função enviar informações e orientações para dispositivos próximos.