Inteligência Artificial

Inteligência artificial é a criação de máquinas que podem pensar, aprender, sentir ou tomar decisões conforme o ambiente ao seu redor.

Categoria de Tecnologia

Postado em 31 março 2022

Atualizado em 12 julho 2022

Visualizações: 704

O aumento da utilização de máquinas digitais para realizar tarefas, trouxe um grande número de vagas de emprego para programadores e desenvolvedores.

Para a máquina saber como realizar suas tarefas, ela precisa ter um algoritmo inserido na sua lista de instruções, escritas por programadores.

Porém, nem todo programador programa uma máquina da mesma forma, isso pode trazer descontentamento e insegurança em alguns casos.

Um algoritmo bem escrito trará mais eficiência à máquina. Mas um algoritmo mal escrito pode trazer sérios problemas dependendo do modo como essa máquina é utilizada.

Máquinas digitais tem estado presente nos automóveis também. Isso pode ser vantajoso se bem programado. Caso contrário, um sério acidente pode ocorrer devido a um algoritmo mal desenvolvido. A inteligência artificial é uma solução para esse problema

Inteligência artificial é um assunto mais antigo do que se parece, tendo seu início em 1956. Especialistas tentavam criar máquinas que pudessem tomar decisões como humanos.

O que é a inteligência artificial?

Inteligência artificial é uma expressão utilizada para descrever máquinas com capacidade de substituir humanos em tarefas que só humanos podiam realizar anteriormente.

O termo “inteligência artificial” representa a substituição da inteligência humana pela inteligência artificial para raciocinar, aprender e tomar decisões de forma autônoma.

inteligencia artificial

A inteligência artificial possui subcategorias bastante famosas, como:

Aprendizado da máquina

O aprendizado da máquina é um tipo de habilidade que permite a máquina aprender e melhorar seu desempenho em relação a tarefa na qual ela foi programada a realizar. Porém, é necessário a presença de um humano para “ensinar” a máquina a realizar essa tarefa da forma correta.

Geralmente, esse “ensinamento” é feito com uma grande quantidade de dados e análises frequentes, para regular o aprendizado da máquina de modo que ela não se “perca durante o caminho”, cometendo enganos.

Aprendizagem profunda

Técnica inspirada no funcionamento do cérebro humano. A aprendizagem profunda permite a máquina a aprender de modo autônomo, sem a presença de um humano. Em alguns casos, trazendo resultados superiores a um humano em relação a soluções.

Quais são os tipos de inteligência artificial?

Diferente do que muitos pensam, a inteligência artificial não se limita em robôs que podem ouvir, conversar e andar. Isso traria custos muito altos e baixa acessibilidade para compradores.

Por isso a inteligência artificial é fragmentada, com intuito de atender apenas os requerimentos específicos de serviços.

Entre os tipos de inteligência artificial estão:

  • Inteligência artificial limitada (ANI)
  • Inteligência artificial geral (AGI)
  • Superinteligência artificial (ASI)

Inteligência artificial limitada (ANI)

ANI é a sigla para “Artificial Narrow Intelligence”. Tipo de inteligência artificial especializada em apenas uma função.

Habilidades como aprendizado de máquina e aprendizagem profunda fazem parte desse tipo de inteligência, podendo aprender e melhorar em relação a sua função, mas não podendo aprender novas tarefas diferentes na qual ela foi programada.

Exemplos dessa inteligência são:

  • Computador que joga xadrez
  • Identificador de imagens
  • Piloto automático
  • Assistentes virtuais
  • Chatbot

Inteligência artificial geral (AGI)

“Artificial General Intelligence” é a forma completa da sigla AGI. São robôs que podem realizar múltiplas tarefas como falar, andar e pular. Porém ainda não chegam no nível humano.

Esse é o tipo de inteligência que vemos nos filmes de ficção científica, onde robôs podem se comunicar com humanos e tomar decisões levando em consideração o ambiente ao seu redor.

Exemplos desses robôs são utilizados em países como o Japão, como:

  • Recepcionista de hotel
  • Assistente de banco
  • Garçom de churrascarias

Superinteligência artificial (ASI)

ASI é a sigla para “Artificial Super Intelligence”. Por enquanto essa inteligência só existe na teoria.

Um robô considerado uma superinteligência artificial seria capaz de fazer múltiplas atividades melhor do que um ser humano, podendo ter emoções, relações e habilidade de fabricar mais robôs.

Vantagens da inteligência artificial

A maior parte da inteligência artificial utilizada hoje com eficiência, é a limitada.

Superior ao humano em tarefas específicas

Apesar de conseguir realizar apenas uma função, ela é capaz de executar melhor do que um humano.

Hoje em dia, a digitalização de informação gerou uma grande quantidade de dados que podem ser processados com precisão, velocidade e eficiência por robôs. Um humano não é capaz de processar e armazenar grande quantidade de dados.

É mais fácil dizer que a tecnologia hoje, é mais amigável aos robôs do que os seres humanos. Isso explica a substituição de humanos por robôs.

Não necessita de atualizações escritas por um programador

Nem sempre é possível ter o mesmo programador disponível para implementar ou atualizar o algoritmo de uma máquina. Fatores como entrada e saída frequente de programadores no projeto, pode prejudicar a qualidade do algoritmo conforme atualizações vão sendo feitas.

Com inteligência artificial, não é necessário um programador para fazer atualizações frequentes, uma vez que a máquina tem habilidade a aprender sozinho, baseando-se em dados passados.

Conclusão

O futuro da inteligência artificial ainda é muito imprevisível. Sem dúvidas, as máquinas irão continuar a ajudar os humanos a fazer cada vez mais descobertas e avanços na história. Com a ajuda da inteligência artificial quem sabe um dia nos tornamos uma civilização capaz de aproveitar toda a energia do nosso planeta.