Fintech

Fintech é o uso da tecnologia para criar soluções inovadoras no mercado financeiro, facilitando a vida das pessoas em movimentar dinheiro virtualmente.

Categoria de Tecnologia

Postado em 06 abril 2022

Atualizado em 19 julho 2022

Visualizações: 458

A digitalização trouxe grandes oportunidades para o mercado moderno. Hoje, podemos resolver muitos problemas apenas utilizando o nosso smartphone.

Se os cuidados necessários serem tomados, a internet pode ser considerado um local extremamente seguro. Graças a técnicas como criptografia, informações sensíveis não podem ser lidas mesmo quando espiadas por usuários maliciosos.

Toda essa confiabilidade permitiu que a digitalização chegasse nos bancos e na bolsa de valores. Juntando tecnologia com financiamento, a fintech revolucionou o mercado financeiro.

O que é Fintech?

A expressão fintech vem da junção das palavras “Financial” e “Technology”.

Fintech é o uso da tecnologia para criar soluções inovadoras no mercado financeiro. Soluções de fintech podem ser, por exemplo aplicativos que automatizam processos que até então eram feitos de modo manual.

fintech

Integrando tecnologias de inteligência artificial, big data e computação em nuvem, um fintech pode trazer informações extremamente úteis para utilizadores.

O fintech tem como objetivo competir com o modelo tradicional, como bancos e casas de investimentos.

Desvantagens do modelo tradicional financeiro

Quando falamos de modelo tradicional financeiro, nos referimos à serviços como:

  • Investimentos na bolsa de valores
  • Pagamentos
  • Transferências ou depósitos bancários
  • Extrato bancário

A maioria dos serviços acima podem ser oferecidos por bancos.

Um banco tradicional é realizado de forma analógica, ou seja, por humanos. Isso pode aumentar o tempo de espera, tornando a experiência do cliente não muitos agradável.

Além disso, taxas cobradas pelo trabalho manual são cobradas, tornando o modelo tradicional muito menos atraente no ponto de vista do cliente.

Vantagens da fintech

Com o aparecimento da fintech não é mais necessário esperar nas filas de bancos e pagar taxas tão elevadas. Cartões de crédito que também possuem juros altíssimos, estão sendo substituídos pela fintech.

Aplicativos como nubank e pix são grandes exemplos de fintech. Tendo algum desses aplicativos instalados no seu smartphone, não há mais a necessidade de carregar dinheiro em espécie. Não só pagamentos, mas transferências bancárias também tornam-se possíveis virtualmente.

Aplicativos de investimento na bolsa também podem ser instalados no smartphone, não havendo mais a necessidade de ir na corretora investir na bolsa de valores.

A desburocratização também gerou uma grande popularidade em relação ao fintech, pois tornou-se possível fazer movimentação de dinheiro sem sair de casa.

Exemplos de fintech

A criptomoeda é um grande exemplo de fintech. Qualquer aplicativo que envolva dinheiro pode ser considerada um fintech.

  • Pagamentos online
  • Seguro online
  • Dicas de robôs de inteligência artificial para a previsão de bolsa
  • Banco online

Fintech é seguro?

Um aplicativo fintech é seguro. Porém não é imune a ciberataques. A popularidade desses aplicativos também atrai muitos indivíduos com más intenções.

Além disso, fraudes e golpes também existem. Porém isso não é falha do aplicativo e sim do usuário enganado.

Os aplicativos de fintech são vigiados pelo governo do país. Para uma empresa criar um aplicativo de fintech regras super rigorosas terão que ser seguidas.

Conclusão

Graças a tecnologia não há mais necessidade de entrar em filas de bancos ou pagar altíssimas taxas de seviços bancários.

As transações financeiras virtuais só tem aumentado nesses últimos anos e a previsão é que continue crescendo mais.