Prova de conceito

O modelo PoC visa em avaliar uma nova tecnologia ainda não comprovada com uma demonstração, com o intuito de avaliar a sua veracidade.

Categoria de Estratégia

Postado em 29 agosto 2022

Atualizado em 29 agosto 2022

Visualizações: 135



A ambição humana fez com que a tecnologia evoluísse de uma forma extremamente rápida. Há cerca de 40 anos atrás, computadores pesavam toneladas e armazenavam pouquíssima memória. Hoje, computadores pesam muito menos e armazenam muito mais.

Sem dúvidas, a necessidade de computadores cada vez menores em setores como astronomia, motivaram essa grande evolução. Esses pequenos computadores possibilitaram a inovação em mais das diversas áreas, como IoT e inteligência artificial. Smartphones também possuem componentes utilizados em experimentos espaciais, assim podendo caber na palma das nossas mãos.

Todas essas inovações não vieram ao acaso, sendo frutos de inúmeros experimentos realizados ao longo da história. Um processo bastante importante na fase experimental é a prova de conceito.

O que é a prova de conceito?

A prova de conceito é uma demonstração prática de uma teoria, conceito ou tecnologia. Essa demonstração também visa em examinar os resultados na prática para obter dados relacionados aos efeitos e utilidades que a prova de conceito pode proporcionar.

modelo de prova de conceito

Esse conceito é um modelo principalmente adotado em áreas de tecnologia, com o objetivo de avaliar novos conhecimentos, como por exemplo pesquisas e projetos sobre inteligência artificial e internet das coisas.

Qual é a diferença da prova de conceito com o protótipo?

A grande diferença entre esses dois conceitos é o estágio de sua implementação.

Em modelos como design thinking, o protótipo é realizado após chegar-se a conclusão de que o alvo da pesquisa é realizável.

Já na prova de conceito, o alvo de pesquisa é testado com o intuito de primeiramente testar a sua viabilidade, para então seguir adiante.

Quais são as vantagens em adotar o modelo de prova de conceito?

As vantagens de adotar um modelo de prova de conceito são:

  • Corte de custos desnecessários
  • Tomada de decisões mais segura
  • Menos riscos para o projeto

Corte de custos desnecessários

No desenvolvimento do serviço ou produto, problemas inesperados podem acontecer, necessitando de custos extras para manutenção ou até necessitando de um novo recomeço.

Adotar o modelo PoC pode evitar problemas como esse, impedindo que custos desnecessários possam vir a acontecer.

Tomada de decisões mais segura

Uma vez que uma demonstração comprova que não há problemas, isso pode servir de apelo para investidores e empresários.

Além disso, pode ser utilizado como um exemplo real para desenvolvedores.

Menos riscos para o projeto

Uma vez que uma demonstração é realizada na prática, pode-se extrair informações de utilidade para os desenvolvedores refinarem ainda mais no futuro.

Como aplicar o modelo de prova de conceito na prática?

Seguindo as 4 etapas seguintes é possível aproveitar-se dos benefícios do modelo PoC:

  1. Deixar claro o objetivo
  2. Decidir o conteúdo de teste
  3. Executar o teste
  4. Avaliar o resultado

Lembrando que o modelo PoC não é o objetivo final de um projeto.

1. Deixar claro o objetivo

Informações como quais dados devem ser coletados, qual é o motivo do teste e o que deve ser alcançado, são as questões inicias que devem ser definidas.

2. Decidir o conteúdo

Seguindo em frente, o planejamento de como deve ser feito o processo de teste deve ser definido, como por exemplo, quais são as necessidades para o teste ser realizável.

3. Executar o teste

Dependendo do projeto, o número de execuções do teste por ser limitado. Por isso, construir um ambiente com vários ângulos para extrair o máximo de dados é importantíssimo nessa etapa.

4. Avaliar o resultado

Avaliar fatores como segurança, viabilidade, possibilidade devem ser estudados. Esses dados podem ser usados para o próximo teste ou podem servir de referência para desenvolvedores, empreendedores ou investidores.

Conclusão

O modelo PoC visa em avaliar uma nova tecnologia ainda não comprovada com o intuito de avaliar a sua veracidade.

Esse modelo é aplicado ainda no começo de um projeto, podendo servir de prova para o desenvolvimento ou apelo para investidores.