Quadro de modelo de negócios

Proporciona uma vista mais ampla do negócio em uma única superfície, possibilitando também a relação entre cada componente necessário para o análise.

Categoria de Estratégia

Postado em 03 setembro 2022

Atualizado em 03 setembro 2022

Visualizações: 143



Analisar um negócio de modo analítico pode ser difícil, uma vez que a relação de fatores podem ser vagos em alguns cenários. Felizmente, hoje existem vários métodos disponibilizados para análise estratégico de negócio, exemplos de métodos são design thinking e BSC.

O design thinking visa em ajudar a empresa a inovar, o BSC ajuda a avaliar o desempenho da empresa. Porém, para utilizar esses métodos de forma efetiva, primeiramente é preciso entender a situação atual do negócio de modo geral.

Um método bastante adotado para fazer um análise amplo de um negócio é o quadro de modelo de negócios, ou em inglês, business model canvas.

O que é o quadro de modelo de negócios?

Criado no ano de 2000, o quadro de modelo negócios é um método de análise estratégico que pode ser aplicado tanto em um negócio em fase de desenvolvimento quanto um negócio já existente.

A grande vantagem de usar esse método é o modo amplo de examinar os elementos mais importantes para o negócio e como esses elementos estão relacionados uns com os outros.

Assim, auxiliando em entender melhor o negócio ou até ajudando na tomada de decisões.

Como aplicar o quadro de modelo de negócios?

O quadro de modelo de negócios pode ser escrito em qualquer superfície como uma folha de ofício ou em um lousa, podendo ser esboçado por uma ou múltiplas pessoas.

O modelo possui 9 segmentos, e 4 categorias como é possível visualizar abaixo:
quadro de modelo de negócios

Uma vez que a separação é feita, inicia-se o preenchimento das lacunas.

Oferta de valor

Lacuna onde serão escritos os produtos e serviços que o negócio vende ou venderá de um modo geral. Portanto, não é necessário escrever todos, apenas os mais relevantes.

Outro elemento a ser escrito na oferta de valor são fatores diferenciais que fazem com que os clientes escolham o negócio, ao invés de outros concorrentes.

Segmentos de clientes

Público alvo que consome o produto ou serviço do negócio. Aqui, quanto mais detalhes escritos, melhor para a compreensão dos clientes e suas necessidades.

Canais de venda

Meios utilizados para a venda ou distribuição dos produtos ou serviço do negócio, incluindo técnicas de web marketing.

Pode ser uma loja física ou virtual.

Relacionamento com o cliente

Modo de interação com o cliente. Podendo ser dados como interação por telefone, online, diretamente, etc…

Parcerias principais

Um negócio muitas vezes não pode operar individualmente, necessitando de parceiros externos. Fornecedores são um grande exemplo de parceria.

Atividades principais

Atividades para cumprir a proposta de valor, mantendo a relação com o cliente e continuando a gerar valor.

Essas atividades podem ser venda de produtos de qualidade superior, fazer atualizações de serviços ou novas soluções para determinados problemas de empresas.

Recursos principais

Recursos (não custos) necessários para dar suporte e manter o negócio funcionando. Esses recursos podem ser empregados, financeiros, físicos e intelectuais.

De forma mais detalhada, equipamentos, edifícios, marcas, direitos autorias, dinheiro, etc…

Fontes de custo

Custos necessários para a venda de produtos e serviços do negócio, desde sua criação até a sua entrega e manutenção.

Fontes de renda

Modo como o negócio transforma as soluções ou oferta de valor em ganho de capital. Exemplos desses modos são: pagamento de produto, taxa fixa, taxa de serviço, inscrição, licença, propagandas…

Exemplo na prática do quadro de modelo de negócios

Um bom exemplo de quadro de modelo de negócios do youtube:
exemplo de quadro de modelo de negócios

Conclusão

O quadro de modelo de negócios proporciona uma vista mais ampla do negócio em uma única superfície, possibilitando também a relação entre cada componente necessário para o análise.