Telemática

Utiliza tecnologias de informática e telecomunicação para efetuar transferência de dados entre dispositivos por longas distâncias.

Categoria de Tecnologia

Postado em 29 março 2022

Atualizado em 05 janeiro 2023

Palavras-chave: telematic,telemática,gps,automóveis,automóvel,smartphone,rastreador,telecomunicação,informação,informática,tecnologia

Visualizações: 1972

O avanço da tecnologia trouxe muitas descobertas para várias áreas de tecnologia, como telecomunicação e informação.

Além disso, a integração de técnicas de diferentes áreas traz grandes inovações, principalmente na área digital. Isso permite o desenvolvimento de várias soluções que contribuem para a sociedade, globalização e comunicação.

A telemática foi uma das áreas que se aproveitou da integração de técnicas de telefonia e informática, trazendo grandes vantagens principalmente na área de locomotiva.

O que é a telemática?

A expressão “telemática” vem da junção das palavras “Telecomunicação” e “Informática”. Em inglês, a expressão é “telematics”.

Telemática é o uso de telecomunicação e informática para realizar a comunicação entre dispositivos por longas distâncias, possibilitando também a comunicação em tempo real. A comunicação em tempo real só é possível porque a telemática permite a transferência de dados entre dispositivos com uma alta velocidade. Sistemas que precisam processar dados e tomar decisões com eficiência optam por tecnologias como a telemática.

A velocidade de transmissão pode variar dependendo do material utilizado e do protocolo de comunicação adotado. Redes de telefonias de 2G permitem a transferência de dados com até 1 megabit (0,125 megabytes) por segundo. Sistemas que utilizam 4G podem ter uma velocidade de transmissão de até 1 gigabit (125 megabytes) por segundo.

Os protocolos utilizados por dispositivos telemáticos podem variar, porém os mais frequentes são o HTTP, IP (Protocolo da internet) e SDTP (Protocolo de transporte de dados de sessão).

Um dispositivo telemático pode receber, coletar, processar e exibir dados, assim como também pode transmitir informações através de tecnologias de telecomunicação como 4G ou redes de satélite. Tecnologias como o GPS é um exemplo de telemática, uma vez que o dispositivo GPS pode receber sinais do satélite e em seguida, processando e exibindo informações como localização atual do dispositivo.

Dispositivos telemáticos pertencem a tecnologia da internet das coisas (IoT), podendo integrar atuadores e sensores para interagir com o mundo real. Essa integração permite a manipulação digital de equipamentos de modo remoto, podendo acionar um motor ou abrir uma válvula.

Outras tecnologias como computador de borda também são integradas com dispositivos telemáticos para melhorar a eficiência no armazenamento de dados e diminuir o tráfego de dados através de redes de transmissão.

Onde a telemática é aplicada?

Aplicativos como uber eats possuem opções de monitoramento da localização atual da sua encomenda em tempo real.

Como é possível monitorar a localização atual da sua encomenda?

Informações como localização atual em tempo real são transmitidas pelo smartphone do entregador, que utiliza tecnologias de telecomunicação como 4G para o envio de informação.

Com a ajuda da telemática podemos obter muitas outras vantagens como:

  • Distância percorrida
  • Tempo parado
  • Tempo em movimento
  • Velocidade
  • Distância entre local de partida até o objetivo final

Com toda essa informação à disposição é possível fazer previsões de quando a encomenda irá chegar até seu destino final. Automóveis também podem ter dispositivos de telemática instalados, obtendo muito mais vantagens, principalmente caminhões de carga.

O controle e monitoramento de caminhões através de um sistema central torna possível um gerenciamento mais eficaz, podendo melhorar a produtividade, segurança e o gasto, pois a utilização de sensores permite que dados sejam enviados ao sistema central. A adoção de dispositivos de telemática em automóveis também auxiliam os motoristas com a otimização de rotas.

Diferença do GPS com a telemática

O GPS faz parte da telemática. A telemática em si, não se limita apenas a um dispositivo, podendo ser um termo usado para descrever a comunicação entre dispositivos que usam técnicas de telefonia e informática.

Um carro que possui dispositivo telemático é capaz de ser controlado e monitorado através de algum aplicativo remoto. Isso favorece empresas de transporte, que possuem múltiplos veículos sob o seu domínio, podendo monitorar de forma detalhada os veículos pelo sistema central.

telematics example

Vantagens da telemática

Com o uso da informática é possível usar algoritmos que ajudam desde simples cidadãos até grandes empresários em vários aspectos. Alguns exemplos são:

Produtividade

  • Notificação de estradas congestionadas ou paralizadas
  • Recomendação de rotas que demoram menos tempo para chegar ao seu destino
  • Recomendação de estradas com menos elevações (morros, subidas)

Segurança

  • Localização de algum veículo roubado
  • Notificação de colisões de modo remoto
  • Notificação remota de comportamentos praticadas pelo motorista considerados arriscados

Compliance

  • Coleta de dados em relação ao tempo percorrido
  • Coleta de dados em relação a quantidade de gasolina usada

Integração

  • Capacidade de visualizar imagens transmitidas de uma câmera dentro do carro remotamente
  • Capacidade de integração de aplicativos customizados

Conclusão

A telemática pode ser um grande investimento para negócios automobilísticos, podendo melhorar o monitoramento e gerenciamento de veículos significativamente.

O uso da telecomunicação permite a transferência de informação por longas distâncias. Já a informática, pode integrar várias outras técnicas como automatização de tomadas de decisões.

Projetos práticos

Criando um sistema de integração contínua (CI/CD)

Fazendo a integração contínua de Jenkins, Sonatype Nexus, Sonatype, JUnit e Gradle para automatizar processos repetitivos. Prática bastante usada em tecnologias de DevOps.

Desenvolvendo o campo de visão de um personagem em um plano 2D

Detectando objetos que entram dentro do campo de visão do personagem. Útil para servir de "gatilho" para eventos em um jogo.

Desenvolvendo um jogo de quebra blocos em javascript

Programando um jogo clássico de arcade usando javascript e p5.js. O usuário deve quebrar os blocos utilizando uma bola ao mesmo tempo que evita que a bola saia pela parte inferior da tela

Integrando Laravel com o protocolo MQTT para comunicação entre dispositivos

Projeto de comunicação entre dois dispositivos ESP8266 e Raspberrypi4. Laravel irá funcionar como servidor e receptor de dados de temperatura e umidade coletados com o DHT11.

Integrando o PHP com Elasticsearch no desenvolvimento de um sistema de busca

Projeto de criação de um sistema de busca usando o framework Symfony e Elasticsearch. A integração com Kibana também é feito de modo remoto com um raspberrypi.

Veja também

Ainda nos primórdios da internet discada, o maior medo de um usuário era o telefone tocar...

Esperávamos horas para baixar apenas alguns megabytes. Nessas horas, quando o telefone tocava nós fazíamos de tudo para não atender o telefone. Mas infelizmente nem sempre dava certo....

Nunca se sabe quando tem alguém nos espionando no nosso computador

Um computador conectado à internet está exposto a diversos perigos. O spyware é um deles e é esse malware responsável por roubar contas de redes sociais.

Armazenamento de imagens

O armazenamento de imagens é realizado com o sistema de numeração binária. A imagem é composta por um conjunto de pixels e cada pixel representa uma cor.

5G (Quinta geração)

Alterna as frequências de transmissão para melhorar o desempenho da comunicação entre os dispositivos, podendo atuar efetivamente em diversos ambientes.

Tipos de serviços de servidor

Práticas como hospedagem de sites ou negócios online necessitam de servidores conectados à internet para permitir o acesso externo ao conteúdo.

Variáveis na programação

As variáveis são elementos responsáveis por armazenar informações temporariamente ou perpetuamente durante a execução de um programa ou algoritmo.