Engenharia social

A engenharia social é qualquer técnica na qual o agressor tenta enganar a vítima para obter dados sensíveis, como senha e cartão de crédito.

Categoria de Tecnologia

Postado em 12 maio 2022

Atualizado em 25 julho 2022

Visualizações: 414

Assim como o mundo real, na internet também existem golpes que enganam os usuários que navegam na internet.

A ingenuidade desses usuários é o grande motivo para esses golpes terem tanto sucesso.

A variedade desses golpes é consideravelmente grande e só vem crescendo com o tempo, a engenharia social ainda é um grande problema na sociedade em muitos países.

O que é a engenharia social?

A engenharia social é qualquer técnica na qual o agressor tenta enganar a vítima para obter dados sensíveis. Em alguns casos o agressor abala a vítima psicologicamente, fazendo-a pensar que será prejudicada de alguma forma caso não faça de acordo com as ordens do agressor. Além de senhas e cartões de bancos, outros dados solicitados pelo agressor também podem ser:

  • Aniversário da vítima ou de algum parente próximo
  • Nome de algum animal de estimação
  • Conversas pessoais da vítima

Obtendo os dados acima, o agressor tem muito mais chances de adivinhar as senhas da vítima, para invadir essa conta.

Estudar a vítima é só um dos modos de obter esses dados. O agressor também pode telefonar para a vítima e se passar por alguma outra pessoa para obter as informações que procura. Muitas vezes se passando por alguma autoridade e convencendo a vítima de passar dados sensíveis por telefone.

No Brasil existe uma técnica bem parecida, na qual criminosos telefonam para famílias simulando um sequestro de algum ente querido, convencendo a vítima a depositar dinheiro na conta do banco desses criminosos.

Em outros países como no Japão, também existem técnicas semelhantes. No Japão, os idosos são alvos desse tipo de engenharia social. O criminoso se passa pelo neto da vítima convencendo-a a depositar dinheiro na conta bancária do criminoso.

A engenharia social também funciona com a ajuda de softwares falsos. Cópias de sites de bancos são enviadas por e-mail para a vítima(phishing), e o agressor se passa como um funcionário do banco. Pelo fato do site ser idêntico ao original a vítima acaba digitando seus dados sensíveis como e-mail, senha e número do cartão, que são enviados diretamente ao agressor através da internet.

A engenharia social também pode ser misturada com o ransomware. Nesse caso, é possível telefonar para o telefone constado no ransomware, onde o agressor tentará convencer a vítima a pagar a quantia.

Além das variações acima, espiar o usuário digitar a senha para obter essas informações, também é considerado engenharia social.

engenharia social

Como prevenir a engenharia social?

Antes de tudo, devemos ter em mente que uma empresa séria jamais pedirá dados sensíveis por telefone. Mesmo quando alguém solicitar esses dados, devemos recusar fortemente.

Ter conhecimento dessas técnicas também é uma boa prevenção. É recomendável que empresas de tecnologia eduquem seus funcionários sobre esse tipo de golpe, pois cada vez mais empresas tem virado alvos desse tipo de golpe.

Manter a calma para tomar as melhores decisões também é pode ser a chave, pois hoje temos aplicativos no nosso telefone que permitem confirmar suspeitas de modo imediato.

Conclusão

O número de golpes de engenharia social só tem aumentado recentemente. A segurança de aplicativos só tem ficado mais rigorosa com o tempo, diminuindo drasticamente as chances de um agressor poder invadir esses aplicativos.

A engenharia social se tornou o meio mais fácil de obter os dados sensíveis da vítima, por isso esse tipo de golpe só tende a crescer.